Meus visitantes

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Amar em Silêncio


O que é a alegria
Para quem não tem o amor que deseja?
O que é o amor
Para quem não é amado?
Quão tristes são os olhos de quem sofre por amor!
Olhar e não poder tocar a pessoa amada
Esconder-se em suas próprias fantasias
Trancar-se em seu próprio interior
Ver a alegria dos amantes
E se contentar com sua solidão
O que é a vida
Se tudo perdeu o sentido?
E a cada dia se entrega a sentimentos insanos
De onde vem? Quando se vão?
Destino? Despudor?
Amor, muito amor... Nada mais
Contentar-se com os desejos
E sorrir mesmo querendo a morte
Fingir ser feliz pra não morrer de amor
Amar e se entregar aos devaneios
Acordar a cada manhã
E sentir a brisa da solidão invadir seu quarto
Vislumbrar o ser amado e disfarçar todo o sentimento
Declarar-se apaixonado e não ser compreendido
Desejar tocar e não ser desejado
O desprezo dilacera a alma
E abre uma ferida que não cicatriza
O que é viver
Sentindo a infelicidade rondando à sua porta?
Por que amar tanto se não é amado?
Quem pediu pra amar?
Só a esperança dá o alívio
A um coração quebrantado por amor
Só a esperança dá ânimo pra continuar a viver
E sonhar um dia estar vivendo ao lado do amor.

Postar um comentário