Meus visitantes

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Conflitos de Casal: o insensível


- O que foi desta vez Leda?
- Não seja cínico! Você não tira o olho daquela perua de vermelho...
- Que mulher? Que perua?
- Aquela ao lado da Margarete.
- Está me estranhando? Se aquilo for mulher você é um baita homem.
- Como é que você sabe?
- Vai ver eu olhei por baixo da saia dela.
- Você não notou nada diferente em mim hoje?
- Está mais chata que ontem, mais chata que anteontem e menos chata que amanhã...
- Chega! Quero ir pra casa.
- Mas a festa nem começou.
- Pra mim já acabou. Você é insensível demais Alfredo.
- Como assim?
- Você nem percebe o que está diferente em mim. Pra você tanto faz se estou loira, morena, se pinto as unhas de azul, verde, laranja, se uso batom ou não. Pra você é tudo igual...
- Fala baixo! As pessoas estão olhando...
- Estou me lixando!
- Olha o escândalo. Eu odeio barraco... vamos embora.
- Ah! Agora você quer ir? Pois agora vou beber algo primeiro.
- Vai não!
- Solta meu braço, as pessoas estão olhando.
- Sorria pra elas e faça cara de mulher feliz, assim eles não notarão que estamos discutindo.
- Está apertando demais Alfredo.
- Vamos logo, vai acenando para suas amigas com aquele sorriso largo de felicidade como se estivesse indo pra lua de mel.
- Isso não tem graça.
- E não é pra ter mesmo. Ih! Lá vem aquela sua amiga pegajosa. Seja breve!
- Oi amiga!
- Tchau Adriana!
- Ótimo!
- Ela ficou sem entender nada.
- E quem disse que precisa entender? Entre no carro.
- Grosso! Estúpido! Insensível!
- O que mais? Sou tudo isso só por que acha que não notei que mudou a cor do cabelo?
- A cor do cabelo eu mudei a semana passada.
- Então?
- Estou de cílios postiços imbecil.
- Bem que vi algo de errado com seus olhos, mas não sabia o que era. Pra que isso? Deve incomodar até...
- Incomoda mais um marido que não percebe o esforço da mulher para agradá-lo.
- E você notou que fiz a barba hoje?
- Você só cortou as unhas, a barba você fez ontem, meu bem.
- Estou impressionado. Como consegue prestar tanta atenção assim?
- Cada detalhe no seu corpo faz parte de mim e eu sinto quando é alterado, como agora posso sentir uma alteração de volume dentro de suas calças.
- Tire as mãos daí! Aqui no carro não.
- Tudo bem. Você manda.
- Ah! Pega de novo, estava tão gostoso...
Imagem: http://hypescience.com/
Postar um comentário