Meus visitantes

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Mentiras




Mentiras
Cansei de ouvi-las
De mim mesmo e de ti
Sangre dentro de mim
A verdade... eu prefiro
Abra-me o peito a espada
E no meu coração plante a verdade

Mentiras...
Ditas e ouvidas não quero mais
Cansei delas
Achega-te a mim diante do espelho
Nele verás tua face como és
Não te escondas de ti mesma

Mentiras
Por que tantas mentiras?
Entregue ao vento tua farsa
E sem demora se purifique ao luar
Há uma verdade gritando em mim
E uma vontade louca de te amar

Sangre dentro de mim
A verdade...
Siga no silêncio das sombras
A tua estrada de mentiras
E sem amor não me toques mais
Postar um comentário