Meus visitantes

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

No lago de tua alma




Um olhar piedoso
Um querer nas entrelinhas
Tabus que te prendem
E não te deixam livre
A secura de meus lábios
Afoitos a espera do beijo
Que não aconteceu...

Tuas mãos se desprendem das minhas...
- ? ...
- ! ...

Um sentimento forte
Escrito no lago de tua alma
Com pincéis de seda
E bolhas de sabão
Tentas disfarçar
Mas se revelam em tuas mãos...

Te abraço apertado
E tento sorrir
Não... Não insisto
Curvo-me diante de ti
Rasgo o véu de minha alma
E num gesto de amor
Te deixo partir...
Postar um comentário