Meus visitantes

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

O amor e o tempo


Dos teus olhos
Uma lágrima
Um sorriso contido
Nada mais...

Um botão que não floriu
Deixando meu jardim
Completamente desolado
Faltou-lhe água
Mais que isso
Faltou zelo, carinho...

Somos cúmplices
O nosso álibi
é o tempo
A correria da vida

O amor não sobreviveu...
Postar um comentário