Meus visitantes

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Indiferença


Se vai ou se fica
Já não importa
Mas, se sair tranque a porta
Nem precisa olhar pra trás
Se quiser ficar
Que diferença faz?
Há um sofá na sala
Nele pode descansar
Pois nada mais tenho pra lhe dar
Nem amor nem ódio
Nem mágoa nem saudade
Nada... Nada...
O vazio penetrou o vazio do meu ser
O melhor que tem a fazer
Não sei...
Há uma porta de saída
E uma mesma de entrada
Diante dela você está
Não lhe mando partir
Nem peço pra ficar
E o que escolher
Pra mim não importa...
Postar um comentário