Meus visitantes

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Lembranças



Já faz tanto tempo
E tanta falta você me faz
Que não dou um passo só
Sem me lembrar de você

Ainda vejo seu chapéu sobre o sofá
Sobre a geladeira, no chão
Ou até mesmo sobre a mesa...
Ouço seus passos firmes e seu grito
Chamando meu nome antes de entrar

Que falta você me faz!
Aquele cochilo no sofá, que saudade!
Na rua com sua “bolsinha” debaixo do braço...
Quanto tempo faz que já não ouço você
Seus conselhos, suas risadas tão boas
Aquele seu ar de moleque travesso...

Já faz tanto tempo
E ainda hoje penso em você
Ainda hoje sinto sua falta
E tenho vontade de dar aquele abraço
Aquele abraço que talvez nunca dei
E dizer o quanto amei você, pai. 
Postar um comentário