Meus visitantes

domingo, 11 de março de 2012

Alma desalmada


Que amor é este que não supera o ódio?
Que não se alegra com a vitória do próximo?
Que amor é este?
De palavras, promessas...
Quero o amor que gera amor
O que traz a guerra não é amor
O que traz a discórdia não é amor

Ainda insistes em dizer que amas?
Ainda acreditas que podes convencer alguém?
Pobre alma desalmada!
Levanta-te! Ergue-te do abismo em que te encontras!
Há o sol a te iluminar
Teus raios emanam o puro amor
Aprecia-o! Absorva-o em teu coração.

Que amor é este que não avança?
Que a graça não alcança?
Que sucumbe ao ódio e à cobiça?
Que amor é este que não ama,
E te faz definhar pela inveja,
Pelo remorso das palavras malditas?

Acorda pobre alma desalmada!
Vinde e vede: o Amor te espera!
Lança-te sem reservas e te entregas
O Amor te ensinará a amar...

Postar um comentário