Meus visitantes

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Grãos


O tempo
Ah! o tempo passa e você
O que posso fazer?
Por que não responde minhas cartas?
Leia pelo menos meus olhos...


Eu vi você passar
Quis parar o tempo
E ajuntar os grãos de areia que o vento leva
Acenei com a mão, mas você não notou
Estava com pressa demais, talvez


O que faz agora?
Penso nos seus olhos mirando os meus
Pode ser feliz longe de mim?
Eu preciso ajuntar os grãos de areia
Que ficaram pela casa
Neles tem um pedacinho de você
Talvez o seu cheiro...


O tempo
Como passa rápido o tempo!
E você amor por que passa perto de mim e não sorri?
Eu ainda cultivo a esperança
Ainda guardo o seu lugar à mesa

Postar um comentário